Coordenação Estadual

10/10/2018

Curso de capacitação do Cemaden e Defesa Civil aborda gestão de riscos de desastres geo-hidrológicos

Com o objetivo de aprimorar o trabalho integrado de monitoramento e alerta entre o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) e as Defesas Civis, foi realizado o curso de capacitação em gestão de riscos de desastres, com uma programação que incluiu intercâmbio de experiências, palestras, apresentações técnico-científicas sobre vulnerabilidades e previsão de risco, além de simulados de cenários de risco para emissão de alertas.

Organizado pelo Cemaden, em parceria com a Defesa Civil de São José dos Campos e Coordenação Regional das Defesas Civis do Vale do Paraíba, com apoio do Comando de Bombeiros da Região Metropolitana do Vale do Paraíba, a capacitação ocorreu entre os dias 24 e 27 de setembro. O curso contou com a participação, também, das Defesas Civis municipais de Jacareí e Campos do Jordão (do estado de São Paulo), de Maricá e Resende ( do Rio de Janeiro) e de Guamaré (Rio Grande do Norte).

“A gestão de risco está relacionada com a gestão de conhecimento técnico-científico, dos cenários de risco, bem como da estruturação e tratamento lógico dos dados de risco de desastre.”, afirmou a diretora substituta e coordenadora de Relações Institucionais do Cemaden, Regina Alvalá, durante o evento. “É no município que ocorre o desastre e onde precisa ser trabalhada a prevenção. Por isso, é importante essa interação entre o Cemaden e as Defesas Civis estaduais e municipais”, complementa a diretora.

Experiências locais e conhecimentos técnico-científicos

O curso foi realizado em duas etapas: nos dois primeiros dias, a programação foi no Parque Tecnológico de São José dos Campos, iniciando com as Defesas Civis apresentando o cenário de cada município. Também foram realizadas palestras institucionais e técnico-científicas, apresentadas pelos pesquisadores e tecnologistas da Sala de Situação do Cemaden. Nessa fase, foram apresentados temas sobre vulnerabilidades, cenários de riscos geológicos, como os principais movimentos de massa, adensamento urbano, entre outros. Também, foram apresentados os cenários de riscos, bacias e modelos hidrológicos, além da abordagem sobre tomadas de decisão e emissão de alertas, finalizando com a visita à Sala de Situação do Cemaden.

Na segunda etapa, o curso passou para a ser ministrado pela Defesa Civil de São José dos Campos, compartilhando sua experiência no atendimento a alertas de risco durante o período de chuvas. Foram apresentados os resultados da parceria entre a Defesa Civil do município e o Rinem (Rede Integrada de Emergências) do Vale do Paraíba, que viabiliza o atendimento em desastres em conjunto pela iniciativa privada e o poder público. Houve uma visita institucional na sede da Embraer (Empresa Brasileira de Aeronáutica).

A programação foi finalizada com a visita em campo de uma área de risco de inundação e deslizamento, no bairro Mirante do Buquirinha, região norte de São José dos Campos. Os participantes do curso conheceram os procedimentos do monitoramento e o trabalho de prevenção junto aos moradores da área pela Defesa Civil do município. Nessa área de risco, os participantes receberam, também, informações técnico-científicas de tecnologistas da Sala de Situação do Cemaden. Foram mostradas as identificações das vulnerabilidades, abordando as previsões de risco e fatores associados a chuvas e ações humanas que podem causar inundação e/ou deslizamento.

(Fonte: Ascom-Cemaden e Ascom-PMSJC)

Fonte: Cemaden

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.